terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Cicloturismo

O cicloturismo é uma forma de turismo que consiste em viajar utilizando como meio de transporte uma bicicleta. É uma maneira muito saudável, econômica e ecológica de se fazer turismo.

A bicicleta causa uma ligação quase que mágica com as pessoas, pois a recepção dada a um cicloturista é mais calorosa do que se o viajante chegasse em outro meio de transporte. Outro fator importante no cicloturismo é o conhecimento que se adquire de outras culturas e costumes das cidades visitadas.

Para praticar esta modalidade é necessário algumas precauções para não sofrer contratempos na estrada.

O tipo de bicicleta utilizada para uma viagem, deve ser além de confortável, forte e em bom estado, deve permitir que se percorra qualquer tipo de piso, ou seja, asfalto e terra. A bicicleta necessita de revisões periódicas, no mínimo uma vez por mês, devendo o cicloturista ter noções básicas de como montá-la e desmontá-la, aprender a trocar ou consertar a corrente, regular freios, troca marchas e remendo e troca de pneus.

Em alguns países, como a Holanda, são oferecidas ótimas condições para o desenvolvimento deste esporte ou atividade física. Além de ciclovias, transporte com ônibus adaptados, estacionamentos próprios para bicicletas, entre outros.

Há duas modalidades básicas de cicloturismo: de forma autônoma e com suporte. Viajar com autonomia pode ser praticado tanto solitariamente como em grupo. Nesta modalidade a(o) viajante leva consigo tudo o que precisa na viagem, normalmente nas bolsas específicas para bicicleta chamadas alforjes geralmente adaptados em bagageiros específicos.

 
Na modalidade com suporte, geralmente a(o) viajante contrata o serviço de uma operadora, que organiza o roteiro, hospedagem e alimentação, normalmente transporta os pertences da(o) viajante e oferece serviço de guia.

A maior vantagem neste tipo de viagem é que o ciclista se encontra com cores, formas, cheiros, sons, natureza, detalhes e mais detalhes da paisagem. A bicicleta permite que o ambiente seja vivenciado.



Não é necessário ser um ciclista experiente para fazer cicloturismo. Qualquer um pode fazê-lo. Basta ir com calma, respeitar os próprios limites, beber água e alimentar-se na hora certa e assim vencer pouco a pouco a distância.

A hidratação é o ponto mais importante, e deve ser feito antes de você sentir sede e não depois porque ai você já estará desidratando, as imagens abaixo mostram mochilas de hidratação e garrafas térmicas.

No cicloturismo há sempre uma sensação de aventura, retorno à infância, mistura de liberdade e molecagem sadia. É um escapar da mesmice. Bicicletas são simples e revelam que a vida pode ser muito simples. Permitem uma viagem relativamente rápida e ainda assim relaxada; e a um preço muito, muito baixo. 

Alguns acessórios são indispensáveis para esta prática como fitas anti furo, kit de reparo para câmara de ar, bomba e porta objetos para facilitar o acesso a estes acessórios e ítens de maior necessidade:



Algumas dicas :

Bagagem

  • As pessoas normalmente levam mais que do necessitam
  • Lista prévia
  • Separe, limpe, dê manutenção em todo necessário
  • Quanto menos, melhor
  • Menos ainda, muito melhor!
  • É contraditório mas, não esqueceu nada

Boas opções para uma viagem longa

  • Dê preferência por roupas que secam rápido e não amassam
  • Dê preferência por tecidos técnicos: afasta o suor, e conserva a temperatura corporal
  • Lanterna
  • Plástico grosso de alta resistência (para forrar o chão, se cobrir ou para embalar algo)
  • Cobertor / cobertor tecido técnico - pouco espaço e muito leve
  • Colchonete isolante térmico inflável, mesmo para dormir em hotel 

Preparo básico: Cronograma de treinamento


  • Pedalar mais vezes durante a semana
  • Sempre começar qualquer pedalada devagar
  • Aumentar gradualmente quilometragem semanal de pedal
  • Acostumar-se a beber água sempre
  • Aumentar gradualmente a carga de alongamento
  • Dividir a semana em dias de pedal e dias de descanso
  • Não pedalar sempre no mesmo local e da mesma forma: diversificar
  • Não fazer treinos pesados em dias consecutivos
  • Descansar um dia após um treino cansativo
  • Dar um tempo para seu corpo se adaptar ao esforço
  • Nunca levar o corpo a uma situação limite
  • Tomar cuidado especial com a alimentação e o sono
  • Está muito agitado ou muito cansado? Treinou demais. Pare uns dias
  • Fazer alguns treinos com a bike equipada e carregada como se fosse viajar 
Este é o próximo passo que eu desejo fazer, vou começar a me organizar.

Vamos pedalar meu povo!!!

Bike abraço.

7 comentários:

enio PAiPA disse...

Alow Fernando... Sou de Recife, mas estive pelas bandas de Fortaleza agora em Janeiro, conheço um monte de coisa aí, até comprei uma bici dessa vez. Mas uma coisa que queria te perguntar era se no YPark o cara pode entrar com a própria bici? Sei que lá tem umas para aluguel, mas a bike do cara é a bike do cara!!! hehehe!!! se Deus permitir, em JULHO faço Recife-Fortaleza de bike. Abraço. Blog massa!!!

David Campista & Bike disse...

massa
esse pedal eu gosto cocloturismo
valeu
http://davidcampista.blogspot.com/

xD disse...

Fiz uma pequena Cicloviagem agora em julho, com um amigo ! Fomos de São Luís, pra Belém !! Muitas felicidades, gente nova, muita humildade, e cada um nos recepcionava melhor que o outro !! Viajar de bike, não tem igual ! Estou em casa fazem 2 dias, e me sinto na estrada ainda, meio sem rumo !! Acho que quero voltar. rsrs
Cicloviagem: recomendo

xD disse...

A sensação de Liberdade e Autonomia são indescritíveis !

Turismo, fotografia e outras paixões disse...

Muito boa as dicas na matéria. Venho me preparando para a primeira viagem desde abril do ano passado, fazendo pedal e trilhas e a próxima etapa será sair pedalando de um estado a outro, pois fizemos uma semana de trilha em uma cidade em que estávamso de férias...foi muito bom e é muito gostoso...Abraços aos amantes do pedal.

carlos paiva disse...

Boa tarde amigo é prazer participar do seu blog é muito legal e tem informações interessante moro em Mato Grosso e tenho um blog sobre bike entre outros assuntos gostei muito dessa reportagem sobre ciclo turismo e copiei para o meu blog para incentivar o ciclo turismo aqui em meu estado parabéns e, em março de 2012 eu estava pedalando em Fortaleza linda cidade precisa de ciclovia no centro da cidade mais um dia chegaremos lá . um abraço!

Unknown disse...

Olá!
Muito legal esse blog!
Mudei de Estado há pouco mais de um mês e lá deixei minha última bike.
Agora, estou retomando tudo... comprando bike, capacete e outros acessórios pra curtir minha bike e tornar frequente uma experiência que amei: Cicloturismo.
Quando morava em Roraima, viajei por duas vezes para uma mesma cidade do interior que ficava a 28km da capital.
Amei!
Mas, não houve mais 3ª vez. :(
Agora quero comprar minha nova bike e voltar a pedalar diariamente pro trabalho para, em abril, começar a viajar para algumas cidades do interior de Sergipe, onde estou morando hoje.
E ler esse texto me deu ainda mais ânimo!
Sucesso ao blog e ótimas pedaladas pra todos!